Wednesday, February 8, 2017

A poesia que escrevo
e a que em tudo reside
é a mesma que me agride
e a mesma que me acalenta.

No comments:

Post a Comment